Diário do Pará Online

Traficantes são presos em São João de Pirabas

Quatro homens e uma mulher foram presos e autuados em flagrante por tráfico de entorpecentes, neste final de semana, em São João de Pirabas, nordeste paraense. As prisões resultaram da uma ação conjunta entre as Polícias Civil e Militar que estouraram três “bocas-de-fumo” no município. Dois dos presos são os irmãos Elielza Teixeira da Silva e Izaías Aviz da Silva com os quais foram encontradas 25 gramas de pasta de cocaína.

Ao ser presa, Elielza confessou ter comprado a droga para posterior revenda e delatou o endereço do fornecedor. Após isso, policiais civil e militares, sob comando da delegada Socorro Bezerra, foram ao local, onde prenderam Cosmo e Damião da Silva Nascimento, que são irmãos e, o cunhado deles Manoel Josailton da Silva Brito, conhecido por Ailton, de quem Elielza disse ter comprado a droga.

O investigador Elson Bastos, um dos policiais responsáveis pelas prisões, conta que as prisões de Elielza e Izaías foram realizadas após denúncia anônima de que uma mulher de cabelos pretos e crespos estava com drogas em uma área na orla do município, conhecida como beiradão.

Assim, o policial foi ao local junto com a delegada e o investigador Hodileno. Os policiais ficaram rondando o local até que viram uma mulher com as características descritas na denúncia. De bicicleta, ela saiu do local em direção à praça das Bandeiras junto de um rapaz que seguia em outra bicicleta. Mais adiante, com apoio da guarnição comandada pelo cabo Erasmo Damasceno, os policiais abordaram os suspeitos. Na revista, os policiais encontraram na bermuda do homem identificado depois como Izaías da Silva uma embalagem de manteiga com pasta de cocaína.

A mulher, identificada como Elielza, confessou aos agentes ser a dona da droga. Ela alegou que o irmão nada tinha a ver com a situação, mas que apenas transportava a droga. Disse ainda, a mulher, que vendia as drogas a cerca de um mês. Ressaltou ter comprado o entorpecente, pouco antes, do traficante Manoel Josailton. Os policiais foram até as casas de Josailton e dos irmãos Cosmo e Damião

Na casa de Cosmo, os agentes encontraram dentro uma caixa de sapatos 20 “petecas” de pasta de cocaína, além de R$ 123 em dinheiro e um telefone celular. Logo em seguida, os comparsas dele foram presos. Na casa de Manoel, os policiais apreenderam um vidro com seis “petecões” de cocaína e cerca de 50 gramas de barrilha, substância usada no refino da droga. A companheira de Manoel Josailton, conhecida por Loura, não foi encontrada. Os presos se encontram recolhidos à disposição da Justiça. As investigações sobre o tráfico de drogas na região continuam.  (Ascom/Polícia Civil)