Fogos do Círio de Nazaré muda de local  
 

Neste ano, os fogos que marcam o encerramento do Círio, mudaram de local por questão de segurança, em que será no Instituto de Arte do Pará.

 
 
 
 
Duração: 1:22
 

 

 
     
 

08/10/2009 - 07:57h
Universo de formas e cores em miriti

 


Cerca de 50 mil brinquedos de miriti devemser comercializados

Para os paraenses, o Círio é um verdadeiro Natal, já que a rotina muda completamente: tem a adoração religiosa, tem a reunião com a família, tem a decoração típica, tem a ceia e, claro, brinquedos. Nascidos da capacidade de adaptação do caboclo amazônico à natureza que o circunda, os brinquedos de miriti são a expressão da sensibilidade e da representação do universo ribeirinho da região de Abaetetuba, município localizado a 170 km a sudoeste de Belém.

Durante o Círio, essa peculiar forma de artesanato garante a alegria de crianças e turistas e, mais do que isso, representam uma fonte de renda para centenas de artesãos. Vide a tradicional Feira do Miriti, que será aberta hoje, na Praça Waldemar Henrique, quando mais de 141 famílias de artesãos de Abaetetuba estarão expondo seus produtos confeccionados com a fibra.

Conhecida como um tipo “isopor vegetal”, só que mais consistente, o miriti impressiona pela leveza e suavidade. É uma palmeira muito comum nas áreas de várzea da Amazônia. Em Abaetetuba, o fruto da palmeira vira doce, vinho, mingau. O tronco é usado para construir casas e as folhas para cobrir telhados. Mas de todas as utilidades da planta, é com o brinquedo que o miriti alcança o ápice de sua expressividade como suporte.

São barcos, bonecos dançarinos, cobras, jacarés, rádios de pilha, televisões, pato dentro do paneiro. Das mãos dos artesãos surgem os mais variados objetos, limitados apenas pela imaginação dos artífices. Vai um avião de miriti aí? Ou, quem sabe, um robô? A predileção do motivo é parte da escolha individual de cada mestre ou família de artesãos.

“É uma expressão artística baseada em uma tradição. Tanto que estamos sempre tentando inovar nos temas. Nada escapa ao olhar do artista, nós expressamos nosso cotidiano. Então, a cidade também faz parte disso”, afirma Desidério Neto, presidente da Associação dos Artesãos de Miriti de Abaetetuba (Asamab).

Em Belém, no Círio de Nazaré, o brinquedo de miriti atinge seu objetivo maior de identificação. Essa expressão popular é parte das festividades nazarenas e provavelmente esteve presente desde o primeiro Círio. Em geral, a participação dos artesãos independe de religião – é uma tradição seguida, com uma produção anual toda pensada e planejada para o evento. Este ano, cerca de 50 mil peças são trazidas a Belém para serem comercializadas durante as festividades.

Hoje, com o apoio do Sebrae e do Governo do Pará, que implantou o Programa de Capacitação, foi fundada a Associação dos Artesãos de Miriti de Abaetetuba (Asamab), que conta com mais de 100 integrantes. A feira é realizada pelo Sebrae em parceria com a Asamab e, para este ano, são esperados cerca de 50 mil visitantes e um volume de negócios em torno de R$ 350 mil. No local, os visitantes também poderão contar com uma ampla área de alimentação com pratos típicos e à base do fruto do miriti.

SERVIÇO

As Feiras do Círio e do Miriti serão abertas hoje, com missa campal às 18h e inauguração oficial às 19h, na Praça Waldemar Henrique.  (Diário do Pará)

 « Voltar
     
plat

08/11/2013
09:26h
Bragança terá círio de Nazaré neste domingo

20/09/2013
06:41h
Corda da procissão deste ano já chegou à capital

20/09/2013
06:40h
Sábado acontece a “formação” dos alunos

19/11/2012
01:53h
Carreata chama para o Círio de Icoaraci

30/10/2012
02:06h
Imagem original da Virgem retorna ao Glória

27/10/2012
05:17h
Círio encerra com fogos musicais

23/10/2012
02:23h
Internos retratam fé e recebem prêmios

plantao