Notícias Esporte Você Comunidade

COPA VERDE

Papão tem hoje a chance de uma conquista nacional

Polícia
Publicidade

Quarta-feira, 31/03/2010, 14h53

Paraná: "pulseira do sexo" provoca estupro

Tamanho da fonte:

Uma adolescente de 13 anos foi estuprada em Londrina

Uma adolescente de 13 anos foi estuprada por pelo menos três rapazes, em Londrina (PR). O crime teria sido motivado pelo uso da  "pulseira do sexo", segundo a polícia. A vítima foi abordada por um grupo composto por quatro jovens depois de sair da escola, na região central da cidade, por volta das 12h do dia 15 de março. De acordo com a Polícia Civil, um dos envolvidos tem 18 anos e vai responder em liberdade pelo crime de estupro de vulnerável. Os demais já foram identificados, mas ainda não prestaram depoimento até a manhã desta quarta-feira (31).

A “brincadeira” das pulseiras funciona da seguinte forma: uma menina coloca diversas pulseiras de silicone coloridas no braço e um jovem tenta arrebentar um dos adereços. Cada cor representa um “carinho”, que vai desde um abraço até a prática de sexo; quem arrebentar receberá a “prenda” da dona da pulseira.

Segundo o delegado William Douglas Soares, o caso chegou ao conhecimento da polícia no dia 23 deste mês, quando a mãe e a garota relataram o ocorrido. "A menina disse que foi abordada pelo grupo e um deles arrancou a dita 'pulseira do sexo' que ela usava. Pela cor do adereço, ela teria de pagar uma prenda aos jovens. Ela se mostrou constrangida com o fato e acompanhou o grupo até a casa do rapaz de 18 anos. A menina não relatou que eles tivessem usado arma para isso."

Soares informou ainda que o encontro preliminar aconteceu no terminal de transporte coletivo central de Londrina, que registra grande movimento de estudantes no horário de saída das escolas. "A vítima e os envolvidos não se conheciam. Por isso tenho a convicção de que o crime só aconteceu por causa do uso das 'pulseiras do sexo'. Fica aqui o alerta aos educadores, pais e estudantes sobre isso."

A jovem está recebendo acompanhamento psicológico do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) desde o registro do caso. "Estamos esperando os laudos psicológico e do Instituto de Medicina Legal (IML) sobre as agressões sofridas pela menina", disse o delegado.

Soares informou ainda que o fato de a jovem ter acompanhado os agressores até a casa de um deles não tem importância no inquérito. "Trata-se de um caso de estupro de vulnerável, que independe de consentimento ou não da vítima, que neste caso tem menos de 14 anos, como rege a legislação."

Em caso de condenação, o rapaz de 18 anos pode cumprir pena que varia de 8 a 15 anos de reclusão. "No caso dos demais envolvidos, que são menores de idade, eles podem ser levados para medidas sócioeducativas ou até para internação, de acordo com o ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente]", disse o delegado.

Polêmica

Em São Paulo, o uso das pulseirinhas provocou polêmica entre pais, educadores e alunos. Fáceis e baratas de se comprar, as pulseiras viraram moda.

Um projeto de lei que proíbe o uso das pulseirinhas do sexo nas escolas da rede municipal de Navegantes (SC) foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores da cidade, no começo deste mês. (G1)

Comentários Recentes

  • elisangela disse: Comentário postado em 11/04 Domingo às 17:46h "se tudo que vc usar for convidativo ao sexo entao estamos perdidos gente,onde ja se viu isso pulseirinha do sexo vamos chamar de falta de vegonha na caa mesmo."
  • robson hofelmann disse: Comentário postado em 04/04 Domingo às 21:44h "Acho sinceramente que, o ser humano por incrível que pareça, torna-se infelizmente mais burro, pois assume riscos desnecessários e gosta cada vez mais do perigo.."
  • Renan disse: Comentário postado em 04/04 Domingo às 21:01h "É a coisa mais estúpida que eu já vi nos últimos tempos. Deveriam proibir as coisas que realmente incitam o sexo descompromissado, maior parte veículada pela televisão. Uma pulseira colorida pode ter mil atribuições e duvido que as crianças que usam associem ela a sexo. O problema são os adultos... aí convenhamos que a pessoa tem que ter sérios problemas psicológicos e mentais pra estuprar uma criança a partir do que ela usa no pulso... sinceramete, deveriam manter e pontencializar as punições rígidas para quem comete crime sexual. "um dos envolvidos tem 18 anos e vai responder em liberdade pelo crime de estupro de vulnerável" - Acham que a pulseira é pretexto? pra mim é a impunidade que propiciou esse crime."
  • Armando Malato disse: Comentário postado em 01/04 Quinta-feira às 16:31h "Querida Jessica
    Você é uma das excessões, como disse o Quaresma, e tenho que lhe felicitar por isso, assim como pelo grau de inteligência que se capta em seu comentário, ao dizer que cada um tem que se salvar por si só. Isto é verdade, porém, em quase 100% do que Quaresma, afirma, é tudo verdade. O jovem atual (com excessões também), não se interessa mais pelas coisas que educam, dando valôr somente à banalidades, em detrimento da boa leitura e das boas companhias, como diz o velho provérbio "DIZE-ME COM QUEM ANDAS E EU TE DIREI QUEM ÉS". Seja feliz minha filha e continue sempre assim, que o sol brilhará para você algum dia, com certeza."
  • Armando Malato disse: Comentário postado em 01/04 Quinta-feira às 14:56h "Se esta mocinha estava ostentando estas pulseiras que induzem a um chamado, por parte dela, para algum tipo de carinho, (inclusive sexo); foi prontamente atendida em sua solicitação. O que mais me admira é o fato de certos pais, permitirem essa devassidão por suas filhas, por cima de tudo, menores de idade. Eles e ela própria, são os verdadeirverdadeiros culpados pela ocorrência, ao oferecerem sua filha para sorteios libidinosos."
Mostrar mais comentários [+]
Siga-me

Lojas do Tem! (Classificados)


IT Center
Shopping Pátio Belém - 2o piso
Shopping Castanheira - 1o piso
Gaspar Viana, nº 778
Yamada Plaza (Av. Gov. José Malcher)
Yamada Plaza (Castanhal)
Formosa Duque (Subsolo)
Formosa Cidade Nova (Subsolo)
RBA - Av. Almirante Barroso, 2190


Call Center Tem! (Classificados)
(91) 4006-8000

Fale Conosco

(91) 3084-0100

Central do Assinante

(91) 4006-8000

Endereço

Av. Almirante Barroso, 2190
CEP 66095.000 - Belém-PA

Redação


(91) 3084-0119
(91) 3084-0120
(91) 3084-0126
(91) 3084-0100

Ramais: 0209, 0210 e 0211

Twitter