Notícias Esporte Você Comunidade

ELEIÇÕES 2014

Horário gratuito começa dia 19

Polícia
Publicidade

Quarta-feira, 10/02/2010, 10h46

Assaltantes são encontrados mortos em Marabá

Tamanho da fonte:

A Divisão de Homicídios da 21ª Seccional Urbana da Nova Marabá investiga para levantar se, de fato, os corpos de Domingos Santos Nascimento, o “Negão do Sete”, 32 anos, e Welington Lima Ribeiro o “Pezão”, 30 anos, morador do bairro São Félix são dos mesmos que mataram o cabo da Polícia Militar, Erineuto Pereira de Almeida, no sábado na Vila Santa Fé, zona rural de Marabá.

As investigações estão sendo conduzidas pela delegada Adriana Sacramento, titular desta especializada. Ela pretende ouvir parentes das duas pessoas, que são velhos conhecidos da Polícia, por conta das inúmeras prisões que tiveram ao longo da carreira criminosa deles.

A reportagem do DIÁRIO obteve informação, em primeira mão, nesta segunda-feira, dando conta que os dois corpos que estavam no mato seriam dos dois assaltantes que mataram o cabo, porém, a fonte pediu para não publicar abertamente o caso.

Tudo leva a crer que, as duas pessoas encontradas mortas, de fato, mataram o cabo P. Almeida. Uma das evidências é a informação de José Santos Nascimento, irmão do “Negão do Sete”, que, entre outras coisas, juntamente com outras cinco pessoas, saiu no sábado em direção a Itupiranga para procurar emprego, entretanto, não retornou.

A outra evidência é o fato de a polícia ter localizado uma moto Bros vermelha, com placa de Itupiranga-PA, que havia sido abandonada pelos suspeitos, às proximidades da Vila Santa Fé.

Era nesta moto que os dois andavam. Este veículo foi roubado na manhã de sábado na vila Betânia, na manhã de sábado (6). A moto pertence a Luís Pereira de Sousa, seguia em direção à Vila Santa Fé quando foi abordado por seis pessoas, armadas de espingardas e revólveres.

Luís de Sousa registrou ocorrência em Itupiranga na manhã de segunda-feira (8) e narrou que os assaltantes lhe roubaram além do veículo, documentos pessoais e o deixaram amarrado no mato.

O cabo Erineuto Pereira de Almeida estava no destacamento da Polícia Militar da Vila Santa Fé e foi informado que quatro pessoas armadas estavam no balneário “Represa”, distante poucos quilômetros do Destacamento.

P. Almeida, juntamente com o cabo João Antonio Vasque Rocha se deslocou até o local, porém, os suspeitos atiraram nos militares quando eles desciam uma ladeira às proximidades do balneário.

Segundo o major Heriberto Clauber dos Santos Furtado, que acompanha o caso, na verdade os assaltantes montaram uma emboscada, pois quando os militares se aproximaram do balneário foram alvejados e o cabo faleceu quando estava dentro da sala de cirurgia no Hospital Regional

Público do Sudeste.

Quanto à investigação deste caso, a delegada Adriana Sacramento não comenta abertamente a respeito do assunto, porém, pretende ouvir os parentes e os militares que faziam as buscas na região da Vila Santa Fé, a fim de levantar o que, de fato, aconteceu que culminou na morte dos dois suspeitos. (Diário do Pará)

Comentários Recentes

  • SOUSA disse: Comentário postado em 11/02 Quinta-feira às 14:37h "Ivanildo Cintra ñ adianta pq por mais q vc extermine sempre vai aparecer outros bandidos. O correto é prendê-los e ñ exterminá-los pq se vc exterminar um bandido, como o povo diz aqui: ele já vai pro inferno e aí vc vai junto! "
  • Maria disse: Comentário postado em 11/02 Quinta-feira às 07:58h "Ficam estimulando a violênia, dando "pilha" nos PM´s e aí o caras saem dos trilhos. Lembrem dos episódios recentes de policias militares agredindo, matando ou tentando matar inocentes. Lembrem da moça do Bengui que ficou sem andar por causa da "brabeza" dum PM. Polícia e pra respeitar a lei, não é pra agir como grupo de extermínio. Quem aceita isso corre o risco de ser a próxima vítima desses caras, porque esquadrão da morte age sem regra ou critério algum, e não diferencia ninguém."
  • Ivanildo Cintra disse: Comentário postado em 10/02 Quarta-feira às 22:21h "Souza, o Sebastião Freitas tem razão, basta vc fazer uma continha "de menos" que 500 fazem mais estragos que 400..."
  • Ivanildo Cintra disse: Comentário postado em 10/02 Quarta-feira às 22:17h "Se foi a Policia que matou, parabéns a ela, quem mata policial tem que morrer, quem manda nas ruas é a Policia e não vagabundo...assim daqui a pouco, vagabundo passa a mão na bunda de policial e não acontece nada...bala neles, é menos um que não vamos sustentar.Basta de policiais mortos, chefes de familia e não acontece nada como foi o caso do cabo da Rotam, morto por essas "crianças" que brincam com uma ponto quarenta.E quem achar ruim que adotes esses vagabundos que o proximo será vc..."
  • Sousa disse: Comentário postado em 10/02 Quarta-feira às 20:05h "Sebastião Freitas Mas ajuuuuda!!!??????? De que maneira? Pq por mais que se mate 100 bandidos tem 500 por aí! "
Mostrar mais comentários [+]
Siga-me

Lojas do Tem! (Classificados)


IT Center
Shopping Pátio Belém - 2o piso
Shopping Castanheira - 1o piso
Gaspar Viana, nº 778
Yamada Plaza (Av. Gov. José Malcher)
Yamada Plaza (Castanhal)
Formosa Duque (Subsolo)
Formosa Cidade Nova (Subsolo)
RBA - Av. Almirante Barroso, 2190


Call Center Tem! (Classificados)
(91) 4006-8000

Fale Conosco

(91) 3084-0100

Central do Assinante

(91) 4006-8000

Endereço

Av. Almirante Barroso, 2190
CEP 66095.000 - Belém-PA

Redação


(91) 3084-0119
(91) 3084-0120
(91) 3084-0126
(91) 3084-0100

Ramais: 0209, 0210 e 0211

Twitter